Assista aqui! Talk “As vantagens de ser uma artista mulher”

Assista aqui! Talk “As vantagens de ser uma artista mulher”

Confira na íntegra o debate sobre a presença da mulher na arte que aconteceu na abertura do Art Weekend São Paulo 2019

As vantagens de ser uma artista mulher

 

Depois de décadas de debates e práticas feministas na arte, a maioria dos profissionais ativos nos circuitos brasileiro e internacional continua sendo masculina – além de branca e euro-americana. A discriminação reincide em várias esferas do sistema: cargos em instituições, representação em galerias, cotações de preços de obras em leilões, inclusão em coleções, presença em grandes mostras coletivas ou individuais. A mesa de abertura dos Talks – que se apropria do título de um trabalho das Guerrilla Girls, coletivo de artistas anônimas que dedicam sua obra a combater o machismo e o sexismo no mundo da arte – convida três profissionais a ponderar em que medida a lógica da disparidade começa a mudar.

Sonia Gomes é artista, representada pela Mendes Wood DM. Sua poética compreende esculturas e instalações feitas a partir de matérias com memórias. Em 2018, teve suas primeiras grandes monográficas no Brasil, no MASP e no MAC Niterói.

Juliana Sá é diretora estatutária do MASP. Atuou no museu durante quatro anos como Diretora Jurídica e de Relações Institucionais e membro do Conselho Deliberativo, tendo participado ativamente do processo de reestruturação da instituição.

Eliana Finkelstein é sócia-diretora da Galeria Vermelho. No início da carreira, trabalhou no setor de publicidade na McCann-Erickson e na Futura.

Mediação de Paula Alzugaray. Curadora independente e editora-chefe da revista seLecT.

Curadora: seLecT
Local: Espaço Cubo JK – Shopping JK Iguatemi

Rolar para cima